"Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade". (Paulo Freire)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Grandes invenções

Modalidade do tempo didático: Sequência didática.



Área de Formação Humana: Identidade.

Objetivo:



  • Compreender a importância da higiene pessoal para manutenção da saúde física.
Tempo estimado: 15 dias.

Materiais necessários: sulfite, revistas, papel kraft, computador, glicerina, essência e corante.

Desenvolvimento:


1) Trabalhar o poema “Meu corpo”:


"Eu tenho dois olhos que são para ver.


Eu tenho um nariz que é para cheirar.


Eu tenho uma boca que serva para comer.


Eu tenho duas orelhas que são para escutar.


E dois braços que servem para dar abraços".


(autor desconhecido)


2) Diferenças e semelhanças:

Entregar revistas para que as crianças observarem as diferenças físicas entre as pessoas: cor dos olhos, cabelo, altura, boca, nariz,...

Fazer uma roda com os colegas e discutir sobre as semelhanças e diferenças dos colegas da sala. Registrar a conversa.



3) Desenhando suas características

Cada um irá se desenhar em uma folha de papel sulfite, cor dos cabelos e dos olhos,... Fazer uma moldura com canudos coloridos.


4) Montando um gráfico...

Quantos têm cabelos loiros?


Quantos têm cabelos pretos?


Quantos têm cabelos castanhos?




5) Organizar um mural com as características da turma.

Quem é o maior?


Quem é o menor?


Quem é loiro?


Quem é moreno?


Cabelo curto?

Cabelo comprido?








6) Apresentar um vídeo sobre os cuidado com o corpo.



7) Conversa.

Disparador: Higiene.


Em uma conversa com as crianças, falar sobre os cuidados com o nosso corpo. Falar sobre as grandes invenções: sabonete, xampu e chuveiro.



8) Vamos fazer o nosso sabonete!

Materiais: 50g de glicerina, 2ml de essência e corante.

Passo a passo:

Pique a glicerina no copo medidor,

Levar ao microondas para derreter,

Despejar a mistura no corpo descartável,


Coloque a essência e o corante e misture,


Deixar secar e desenformar quebrando o corpo descartável.






10) Trabalhando com rótulos:

Pedir para as crianças que tragam de casa rótulos de produtos de higiene pessoal. Organizar um cartaz descrevendo ao lado do produto, para quê cada um serve.



11) Confeccionando rótulos:

Confeccionar no computador, rótulos para os sabonetes.




12) Confeccionando livro:

Vamos confeccionar um livro com as crianças sobre higiene (Higiene pessoal) com dicas, desenhos, problemas e benefícios. Este livro será levado pelas crianças para casa, para que sirva também de orientação.

domingo, 5 de setembro de 2010

Tempo de Inventar

Modalidade do tempo didático: Sequência didática
Área de formação humana: Linguagens visuais
Turma: Pré B (crianças de 4 a 5 anos)
Tempo estimado: 2 meses.
Objetivos:
  • Ampliar as possibilidades expressivas no uso de materiais diversos;
  • Utilizar o desenho, a pintura e a escultura nas suas criações;
  • Apreciar as suas produções, a dos colegas e as diferentes manifestações artísticas;
  • Identificar as diferentes produções artísticas como o desenho, a pintura e a escultura;
  • Explorar os elementos da linguagem visual: cor, volume e textura;
  • Expressar opiniões e sensações na leitura de suas criações e de outros processos de leitura;
  • Ampliar gradativamente seu percurso individual, nas suas criações artísticas;
  • Visitar espaços culturais diversos;
  • Conhecer e interessar-se por manter o patrimônio cultural, reconhecendo a importância de seu papel nesse processo.


     ATIVIDADES PROPOSTAS


# Desenhos utilizando sulfite, giz-de-cera, canetinhas e lápis de cor:
A proposta da sequência didática é ter uma série de atividades, que vão evoluindo de modo que a criança possa desenvolver e aprimorar as suas habilidades. O objetivo do desenho nessa sequência é ampliar gradativamente o percurso individual da criança, nas suas criações artísticas.



Nessa foto, mostra a criança que desenhou ela mesma. O interessante, é a riqueza de detalhes que ela demonstra em seu desenho: cabelos encaracolados, olhos grandes, face arredondada...



 # Desenhando e pintando no Paint Brush:



Nessa atividade, as crianças exploraram os diferentes tipos de recursos que esse programa disponibiliza. De início, expliquei como funciona o programa e quais são as suas ferramentas. Algumas crianças conseguiram até fazer desenhos mais elaborados no computador, também usaram cores e grossuras diferentes  de pincéis. Enfim, nos divertimos muito!


# Pintura em azulejo:



No pátio do CMEI há dois murais de azulejo, onde as crianças adoram brincar e desenhar. Nesse momento entregamos canetões coloridos para as crianças e elas foram expressar a sua criatividade neles.

# Pintura com flor de trigo:

Nessa atividade, as crianças ficaram surpresas com a flor de trigo, pois nunca a tinham visto e ficaram espantadas ao saber que dessas flores, se faz a farinha de trigo que dá origem ao pão.O resultado foi muito legal!

# Pintura com cola colorida em caixa de leite:

Pedimos para que os pais contribuissem com uma caixa vazia de leite e apartir dela, fizemos arte!


# Desenho mágico:



No desenho mágico, as crianças se surpreenderam com o resultado pois não acreditavam que desenhando com giz-de-cera branco no sulfite branco iria parecer algo depois. Devido a essa desconfiança, muitos desenhos foram apenas "garatujas" (rabiscos), o que não é o caso do desenho acima.

#Experimentando texturas:



Nessa etapa, o foco era garantir que as crianças tivessem acesso a diferentes materiais e possibilidades de escolha como um requisito importante para a qualidade de suas produções. A possibilidade de escolha oportuniza a criança, uma percepção sensorial e de sensibilidade pessoal sobre os materiais e assim aos poucos, ela vai constuindo uma marca pessoal a seus trabalhos.
Sobre uma mesa grande, coloquei tinta guache,  pincéis, rolinhos, lápis de cor, carvão, canetinhas, giz-de-cera,  espumas e diversos tipos de papéis: camurça, kraft, sulfite, cartolina, lixas, ...
Os materiais preferidos pelas crianças nessa atividade foram o rolinho de pintura e a tinta guache. Houve disputas pelos rolinhos e na falta deles, procuravam pelos pincéis.


# Desenhando com o programa "O artista mágico" da Wall Disney:


As crianças adoram desenhar no computador  e explorar as ferramentas que ele disponibiliza. Nesse programa o que mais chamou a atenção  das crianças são os desenhos que podem ser postados na página em branco e eles tocam e dançam. Quase todos os desenhos se movem na página.

# Desenhando com tecidos:


Foi entregue as crianças uma caixinha com pedaços pequenos de tecidos coloridos, cola e sulfite branco. Pedi para que elas fizessem desenhos apartir desses materiais. Na foto acima, a criança desenhou uma flor.

# Pintando com verniz vitral:




A garotada adorou essa atividade,  com um pequeno palito de dente elas pintaram as folhas de sulfite com o verniz vitral. O resultado foi muito interessante.

# Desenhando com o programa "Drawing for children":





Essa foi a última atividade da sequência didática utilizando o desenho no computador. Pode-se perceber que há uma nítida diferença no desenvolvimento do desenho no computador quando comparado com os desenhos anteriores, como os feitos no  programa do Paint Brush.

  # Escultura





  A escultura é uma arte que representa imagens plásticas em relevo total ou parcial. Embora ela é utilizada para repesentar qualquer coisa ou coisa nenhuma , a maior parte das esculturas representam a figura humana.
Com um pedaço de argila nas mãos, as crianças criaram suas obras. O resultado foi diverso, desde uma escultura feita com pequenas bolinhas achatadas até a escrita do nome em formato tri-dimensional.


# Apreciando a obra de outros artistas:

Iniciei essa etapa realizando uma conversa com as crianças sobre os diferentes tipos de expressões artísticas. Para me auxiliar na conversa, utilizei a pasta confeccionada pelas crianças com os seus materiais produzidos durante as atividades de artes visuais, material do projeto "Museu na escola" e imagens do site do Museu Virtual de Arte Brasileira ( http://www.museuvirtual.com.br/.) através de um dispositivo móvel.


As crianças se surpreenderam com suas atividades e comparavam entre si suas obras. Na apresentação das obras de artistas famosos, elas prestavam atenção em detalhes como as cores, flores,...
O objetivo dessa atividade foi uma livre apreciação das obras.

#  Visita a espaços culturais diversificados:  Museu do Boneco Animado de São José dos Pinhais (29/09/2010)


Fonte: http://www.sjp.pr.gov.br/noticias/imagens_news/Image/cultur3.jpg

Avaliação:
Nessa sequência didática buscamos que as crianças tenham contato com diferentes riscantes, papéis variados, o uso do computador, entre outros materiais e recursos possibilitando que a criança possa explorá-los em seu universo criador.
Após essa experimentação, as crianças devem avaliar as diferentes produções, expressar opiniões e sensações apartir de suas obras e de artistas famosos.



  video
Musica: Toda criança quer (Palavra cantada)